O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Notícias

Encontro vai reunir indígenas, ribeirinhos, jovens ativistas pelo clima, movimentos sociais e cientistas em uma aliança global pela Amazônia.

Postada em: 09/11/2019

Indígenas, ribeirinhos, movimentos sociais, jovens ativistas pelo clima e cientistas vão se reunir na cidade de Altamira (PA) para firmar seu compromisso em defesa da Amazônia e do planeta. Entre os dias 17 e 19 de novembro, o evento “Amazônia centro do mundo” vai promover debates, ações culturais e rodas de conversa sobre a crise climática, grandes obras de infraestrutura, queimadas ilegais e avanço desmatamento.

Altamira, que já foi palco de encontros históricos, como o 1º Encontro dos Povos Indígenas do Xingu de 1989, vai receber grandes nomes como o cacique Raoni Metuktire, a antropóloga Manuela Carneiro da Cunha e o cientista Antonio Nobre. Durante dois dias, os presentes vão dialogar sobre soluções sustentáveis para o futuro da Amazônia e do planeta.

Dom Erwin Kräutler, bispo emérito do Xingu, Antônia Melo, do Movimento Xingu Vivo, Bel Juruna, liderança da aldeia Mïratu, Raimunda Rodrigues, ribeirinha da Reserva Extrativista Rio Iriri são alguns nomes que compõem o conjunto de participantes do Xingu. O Coletivo de Mulheres do Xingu, Coletivo de Mulheres Negras Maria Maria, o Conselho Ribeirinho, a Comissão Justiça e Paz e o Movimento dos Atingidos por Barragens, dentre outros, também fazem parte do encontro.

Maiores informações no link:

https://googleweblight.com/i?u=https%3A%2F%2Fwww.socioambiental.org%2Fpt-br%2Fnoticias-socioambientais%2Famazonia-centro-do-mundo&geid=NSTN&hl=en-US

Fonte:Instituto Socioambiental